A Devastação de Sharpe

Segue o trecho de uma mega obra composta por pelo menos 22 livros que conta as historias de um soldado ingles, que conta apenas com sua sorte e seu trabalho arduo para sobreviver durante as guerras Napoleonicas

“… Sharpe jamais havia perdido muito tempo perguntando-se por que alguns homens nasciam para ser oficiais e outros não. Ele havia atravessado aquela fronteira, mas isso não tornava o sistema nem um pouco menos injusto. No entanto, reclamar da injustiça do mundo era o mesmo que resmungar porque o sol era quente ou por que algumas vezes o vento mudava de direção. A injustiça existia, sempre existira e sempre existiria, e o milagre, aos olhos de Sharpe, era que alguns homens, como Hill e Wellesley, mesmo tendo se tornado ricos e privilegiados por meio de vantagens injustas, ainda fossem soberbos no que faziam. Nem todos os generais eram bons, muitos eram tremendamente ruins, mas em geral Sharpe tivera a sorte de ser comandado por homens que conheciam o trabalho. Sharpe não se importava que Sir Arthur Wellesley fosse filho de um aristocrata, que tivesse comprado o caminho das promoções e que fosse frio como o sentimento de caridade de um advogado. O desgraçado narigudo sabia vencer, e era isso o que importava.
E o que importava agora era vencer aqueles franceses….” 

Livia D-X

Ps: Um dos melhores escritores que já li, e uma das historias mais empolgantes tambem…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: